As melhores dicas para encontrar o HOMEM CERTO e desenvolver um relacionamento duradouro e de qualidade

As melhores dicas para encontrar o HOMEM CERTO e desenvolver um relacionamento duradouro e de qualidade

Encontrar o parceiro certo não é uma tarefa fácil, por inúmeras razões.

Algumas mulheres passaram por relacionamentos mal sucedidos no passado, que deixaram marcas e mudaram sua visão dos homens.

Outras repetidamente sentem-se atraídas pelo tipo errado de homem e continuam fazendo sempre as mesmas escolhas ruins.

O problema de algumas começa na falta de autoestima e autoconfiança para aproximar-se do outro. Para aumentar a autoestima, vale a pena ler os artigos Valorize para ser valorizada, 10 maneiras para aumentar sua autoconfiança hoje, e Para se lembrar quando a baixa autoestima atacar

E o que dizer daquelas que simplesmente procuram homens interessantes nos lugares errados? Se esse for o seu caso, não deixe de baixar o e-book gratuito 40 melhores lugares para conhecer homens interessantes

Independentemente da razão para você estar só, é importante acreditar que um relacionamento romântico saudável é possível e está à sua espera no futuro. Também é preciso reconhecer que relacionamentos nunca são perfeitos e exigem dedicação, comprometimento e o desejo de resolver conflitos de forma positiva.

Para encontrar e construir um relacionamento amoroso duradouro, antes de mais nada é importante rever alguns mitos e conceitos errôneos sobre as relações românticas, que podem estar atravancando suas intenções de felicidade a dois.

Você é uma das mulheres que acredita que…

1. Só posso me sentir feliz e completa em um relacionamento ( É melhor estar mal acompanhada, em um relacionamento ruim, do que só)
Apesar do estigma em alguns grupos sociais que insistem em discriminar a mulher que não é parte de um casal, é importante compreender que estar só e estar em solidão não são a mesma coisa. Uma mulher sem um companheiro pode ter amigos e interesses que a preencham. Por outro lado, não há nada pior do que a solidão de um relacionamento ruim.

2. Se eu não sentir atração imediata por alguém, já sei, de antemão, que o relacionamento não vai adiante
Emoções e sentimentos podem aprofundar-se com o tempo, da mesma maneira que grandes emoções podem esvaziar após o auge da paixão. Muitas vezes amigos se transformam em grandes amores – dê ao relacionamento uma chance de florescer, mesmo que não se sinta atraída a princípio.

3 – As emoções de homens e mulheres são diferentes
Homens e mulheres sentem o mesmo, mas têm diferentes maneiras de expressar sentimentos como tristeza, raiva, medo, alegria, frustração e dor.

4 – O amor verdadeiro é para sempre ( Todo amor some com o tempo)
O amor nunca é estático, o que significa que precisa ser cultivado no dia a dia para desenvolver-se e continuar florescendo.

5 – Posso mudar o que eu não gosto em alguém com o tempo
Ninguém é capaz de mudar o outro. As pessoas só mudam se e quando desejam.

6 – Conflitos são sempre ruins para um relacionamento
Por si mesmos, conflitos não são positivos nem negativos. A maneira de lidar com as discordâncias é que pode aumentar a intimidade entre duas pessoas ou destruir um relacionamento.

Por outro lado, se deseja saber se você está realmente pronta para um relacionamento, não deixe de ler o artigo Você está preparada para amar novamente?

CRIE EXPECTATIVAS POSSÍVEIS

Muitas vezes criamos expectativas irreais sobre um novo relacionamento em nossa vida. Idealizamos como o outro deve se comportar, sua aparência física, como o relacionamento deve se desenvolver e os papeis de cada um. Essas expectativas podem ser baseadas em nossa história familiar, na influência do grupo de amigos, nas experiências passadas ou mesmo em figuras idealizadas dos romances, filmes e televisão. Agindo desta forma, qualquer novo relacionamento será uma decepção – porque é formado por pessoas de carne e osso, imperfeitas por natureza.

Para a escolha de um companheiro ou de um relacionamento duradouro, esqueça todas essas ideias preconcebidas – sejam suas, sejam de qualquer outra influência externa. Pergunte a si mesma, com honestidade, o que REALMENTE importa.
O primeiro passo é distinguir entre o que você DESEJA e o que você PRECISA. Desejos são negociáveis, mas necessidades não são. Desejos são coisas que você gostaria que o companheiro tivesse ( tais como profissão, inteligência, altura, peso, cor dos olhos…). Mesmo se alguns desses traços pareçam de máxima importância no início, com o tempo você vai perceber que, apegando-se a eles, apenas reduz a sua possibilidade de escolha, desnecessariamente.

É mais importante encontrar alguém

sensual do que sexy,
que se preocupe com o seu bem estar do que bonito,
com senso de humor do que rico,
vindo de uma família com valores semelhantes aos seus do que pertencendo a uma raça ou classe social determinada.

Por outro lado, necessidades são aqueles requisitos que realmente farão diferença para você a médio e longo prazo, como valores, ambições ou objetivos na vida. Naturalmente, são aspectos que você não é capaz de descobrir sobre o outro em um relacionamento superficial, de pouco tempo, lendo seu perfil em algum site de relacionamento ou mesmo numa conversa rápida em uma festa.

O que constitui um relacionamento saudável, afinal?

Em um relacionamento saudável, as duas pessoas desenvolvem uma relação baseada no respeito mútuo, confiança, honestidade, capacidade de apoiar um ao outro, justiça e igualdade, identidades individuais, boa comunicação, senso de humor e amizade.

Fórmula do Amor – como atrair e manter um relacionamento com o homem certo

Dicas para encontrar o amor

ANTES

1. Não transforme sua busca na coisa mais importante da sua vida. Concentre-se em atividades que você gosta, no seu trabalho, saúde, relações familiares e de amizade, hobbies, etc. Ao se manter feliz, você cria uma vida equilibrada e se torna uma pessoa mais interessante.

30 dias para atrair e conquistar o homem dos seus sonhos

2. Lembre-se que as primeiras impressões não são sempre confiáveis – especialmente nos sites de relacionamento, nem sempre as pessoas falam a verdade. Independentemente de como e onde você conhece alguém, só o tempo e a exposição a situações positivas e negativas ( como stress, cansaço, frustração, raiva ou fome) podem fazer com que você conheça bem o outro.

3. Seja honesta em relação às suas próprias falhas. Ninguém é perfeito. Para um relacionamento durar, você quer que alguém te ame por quem você é, não por quem gostaria de ser ou pela pessoa que o outro acha que você tem potencial para ser. Muitas vezes, o que você considera uma falha pode ser algo que o outro admire. Sendo honesta, você encoraja o outro a agir da mesma forma.

4. Invista em uma relação vertical antes de investir na relação horizontal. Conheça bem o outro antes de começar a intimidade de um relacionamento sexual.

DURANTE

1. Conhecer alguém novo pode ser desafiador. Muitas mulheres ficam tensas, preocupadas, o que acaba por arruinar a possibilidade de um ótimo encontro. Concentre-se no ambiente externo, em lugar de focar sua atenção nos seus pensamentos internos e sentimentos. Tente colocar toda a sua atenção no momento – no que o outro diz e faz e o que acontece ao redor. Isso vai ajudar você a distrair sua mente de eventuais dúvidas, preocupações ou inseguranças. Não deixe de ler o artigo 20 dicas para o primeiro encontro antes de sair de casa.

2. Demonstre interesse genuíno. Quando você está verdadeiramente curiosa sobre os pensamentos, sentimentos, experiências, histórias e opiniões do outro, isso faz com que ele automaticamente goste de você. Você vai parecer muito mais atraente e interessante do que se, por exemplo, gastar o tempo tentando se promover. Mostrar o interesse não pode ser falso, no entanto. Se você apenas fingir escutar ou se importar, o outro rapidamente vai perceber. Ninguém gosta de ser manipulado ou enganado. Se você não está genuinamente interessada, não há razão para levar o relacionamento adiante. Ao prestar atenção e realmente escutar o outro – o que ele diz, como interage – você irá conhecê-lo mais rapidamente. Não é possível escutar o outro se você estiver prestando atenção no celular – a comunicação não verbal, como gestos, expressões, só pode ser percebida se você oferecer sua atenção plena.

3. Faça da diversão a sua prioridade nos primeiros encontros. O fato de você estar solteira é uma oportunidade única para você conhecer novas pessoas, expandir seu círculo social e participar em novos eventos. Em vez de passar noites escrutinando os sites de relacionamento, encontre e participe de atividades que te interessam. Divirta-se à sua maneira. Fazendo isso, mesmo que você não encontre alguém especial, ainda assim terá aproveitado a sua própria companhia e talvez feito novas amizades.

Para encontrar pessoas com interesses comuns e atividades interessantes, você pode

– ser voluntária de uma causa ( caridade, ambientalismo, mau trato aos animais, política)
– fazer um curso de idiomas ou de extensão
– fazer aulas de dança, gastronomia, de arte, vinhos…
– entrar para um clube de tracking, corridas, ciclismo ou time de esporte
– participar de um grupo de teatro, cinema, clube do livro ou de fotografia
– ir a eventos de arte em galerias ou museus
– sair da zona de conforto e tentar atividades que nunca fez antes.

Se você realmente se sente preparada para alcançar o amor que merece, conheça a

Fórmula do Amor – como atrair e manter o relacionamento com o Homem Certo

4. Aprenda a lidar com a rejeição. Em algum momento, todas as pessoas que procuram o amor terão que lidar com algum tipo de rejeição – talvez como a pessoa que rejeita, talvez como alguém que é rejeitado. Algumas pessoas sentem tanta raiva, ansiedade, medo ou embaraço pela simples possibilidade de ser rejeitado, que evitam conhecer gente e começar novos relacionamentos. Outras pessoas acham difícil rejeitar e por isso se prendem em relacionamentos pouco saudáveis e longos. Permanecer em pensamento positivo ( 10 dicas para uma atitude mais positiva e ) e ser honesta sobre si mesmo e sobre os outros podem ser a maneira menos intimidadora de lidar com a rejeição. Aceite que ela é parte inevitável de qualquer relacionamento, mas não passe muito tempo preocupada com isso. Nunca é fatal – e o que não mata, fortalece.

Para lidar com a rejeição

– não leve as coisas pelo lado pessoal. Na maior parte das vezes o problema não está em você ( ou pelo menos em algo que você seja capaz de controlar). Alguns preferem louras, outros, mulheres baixas, outros, mulheres mais caladas… É melhor ser rejeitada no início de um relacionamento do que perder muito tempo em relacionamentos que não levarão a lugar nenhum.
– Não se entristeça demais, mas aprenda com a experiência. Não se torture por erros que você acha que cometeu. Se isso acontecer repetidamente, no entanto, reflita sobre a maneira como você se relaciona com as pessoas e se há algum problema sobre o qual você deva trabalhar. Depois desapegue. Lidar com a rejeição de uma forma saudável pode aumentar sua força e resistência internas.
– Aceite seus sentimentos. É normal se sentir um pouco magoada, desapontada e até mesmo triste quando você é rejeitada. Reconheça seus sentimentos sem suprimi-los. Permanecer em contato com os próprios sentimentos ajuda a sair mais facilmente de experiências ruins.

3 grandes erros que você pode estar cometendo, sem saber

5. Observe a presença de sinais e comportamentos de alerta, que podem indicar que uma relação não será saudável ou duradoura. Nesses casos, é preferível cortar o mal pela raiz do que investir tempo e esperança em um relacionamento que não será bom para você ou para o outro. Confie nos seus instintos e preste atenção em como o outro faz você se sentir.

Se você se sente insegura, envergonhada ou desvalorizada, reconsidere o relacionamento. Comportamentos comuns de alerta são

1. Álcool dependência – quando vocês só se comunicam bem ( riem, conversam, fazem amor) quando um ou ambos está sob influência do álcool ou outras substâncias.

2. Dificuldade de comprometimento – para algumas pessoas é difícil confiar no outro ou compreender os benefícios de um relacionamento duradouro por causa de experiências pessoais passadas mal sucedidas.

3. Ausência de comunicação não verbal – em lugar de querer se conectar com você, a atenção da outra pessoa está no telefone, tv, amigos ou videogames.

4. Ciúmes excessivos – um parceiro não gosta que o outro passe tempo com amigos ou familiares fora do relacionamento.

5. Comportamento controlador – quando há desejo de uma das partes de controlar a outra e impedir que ele ou ela tenha pensamentos ou sentimentos individuais.

6. Relacionamento exclusivamente sexual.

7. Falta ( ou excesso) de tempo junto, só os dois. Se não há desejo de passar tempo de qualidade junto com o outro ( ou com os amigos), não é possível criar intimidade.

8. Recusa em apresentar o outro para a família ( pais, amigos, filhos, irmãos)

3 razões inequívocas para pôr fim em um relacionamento

6. Construa a autoconfiança e a confiança no outro
A confiança mútua é a base de qualquer relacionamento pessoal íntimo. Se não há confiança em um relacionamento, é impossível que você se sinta segura e cuidada por qualquer pessoa e muito menos fazer com que o outro se sinta seguro e cuidado. Em outras palavras, sem confiança não há relacionamento duradouro.
Claro que a confiança não nasce do dia para a noite – desenvolve-se à medida que o relacionamento aprofunda e cada um aprende mais sobre o outro. Entretanto, se você tem problemas em confiar – se já foi traída, sofreu traumas ou abusos no passado ou é insegura e ciumenta excessivamente – pode ser impossível confiar nos outros e encontrar o amor verdadeiro.
Sem confiança, seus relacionamentos românticos serão dominados pelo medo – medo de ser traída pelo outro, medo de ser rejeitada, medo de se sentir vulnerável. Mas é possível aprender a confiar nos outros, desde que você identifique a razão da falta de confiança e explore formas de construir confiança em relacionamentos atuais ou futuros.
Muitas vezes é necessário trabalhar com um profissional da terapia com quem você se sinta confortável, alguém que irá ajudar você a superar este problema, individualmente ou mesmo em grupo. Aprender a desenvolver confiança nas pessoas e em si mesmo é um processo, mas vale a pena por causa das relações mais satisfatórias e da oportunidade de encontrar o amor duradouro.

5 segredos para entender melhor os homens

7. Nutra seus relacionamentos
Lembre-se que encontrar a pessoa certa é apenas o início da jornada, não o destino final. Para desenvolver relacionamentos profundos, é preciso nutrir e cuidar da relação. É um processo que exige tempo, esforço e o interesse genuíno no outro. Também exige abertura da mente para o compromisso e a mudança.

Todos os relacionamentos mudam com o tempo – você vai mudar, o parceiro vai mudar, assim como as necessidades e expectativas de cada um. O que você deseja de um relacionamento no início pode ser muito diferente do que você e seu companheiro desejam do mesmo relacionamento alguns meses ou anos mais tarde.

Para o relacionamento transformar-se em amor duradouro, você precisa estar disposta a

investir. Nenhum relacionamento floresce sem atenção regular. Pergunte a você mesma se está disposta a investir tempo e esforço na relação. À medida que a paixão inicial diminui, os casais tendem a afastar-se. Quanto mais um investe no outro, maior o crescimento e aprofundamento da relação. Encontre coisas que vocês gostam de fazer juntos e comprometam-se a separar um tempo para fazer essas coisas, mesmo quando você está ocupado ou estressado.

comunicar-se abertamente. Seu parceiro está realmente interessado em seus pensamentos e sentimentos ? Você sente confortável para expressar suas próprias opiniões, pensamentos e sentimentos com ele? Vocês se divertem, riem juntos e aproveitam a companhia um do outro? Seu companheiro não é capaz de ler mentes, então diga a ele como você se sente. Quando ambos sentem-se confortáveis expressando suas necessidades, medos e desejos, a união se torna mais forte e profunda.

Resolva conflitos da maneira mais apropriada. Alguns casais conseguem conversar tranquilamente, outros levantam as vozes e gritam quando discordam. Independentemente da maneira como vocês abordam as diferenças em seu relacionamento, a coisa mais importante é que vocês não tenham medo do conflito. É preciso aprender a se sentir seguro para expressar o que te incomoda, sem medo de retaliação e ser capaz de resolver conflitos sem humilhação, degradação ou insistir em estar sempre certo.

Aceite as mudanças. Todo relacionamento muda e atravessa períodos bons e ruins, mas, em geral, um relacionamento saudável deve continuar a ser bom para você. Ele deve trazer à tona o melhor de cada um e deve, não apenas fazer você se sentir mais feliz, mas também te tornar uma pessoa melhor – mais doce, mais empática, mais gentil, mais generosa.

Baixe o e-book gratuito 40 dicas para encontrar o amor na maturidade

Fórmula do Amor – como atrair e manter o relacionamento com o Homem Certo

Baixe os e-books GRATUITOS

Melhores lugares para conhecer homens interessantes

Dicas para encontrar o amor na maturidade

E conheça a

Fórmula do Amor – você, pronta para ser feliz

Recomendamos Também